Aerojota
aerojotaclassificados Aerojota
(11) 94733-7020 Aerojota
(11) 3771-5737 Aerojota

ASA Brasil 1ª Convenção de Agenda para Show Aéreo Brasileira / AeroJota Classificados Aeronáutico.

Pilotos de Acrobacia Aérea, Organizadores, Patrocinadores e Imprensa se reúnem em São Paulo


Aconteceu na cidade de São Paulo, mais precisamente no auditório do Aeroclube de São Paulo (ACSP), entre os dias 31 de Novembro e 01 de Dezembro de 2016, o
1º ASA Brasil 1ª Convenção para Agenda de Show Aéreo Brasileira, com a participação de aproximadamente 150 pessoas, que organizam eventos aéreos, demonstradores (Pilotos Acrobatas), imprensa especializada, empresas apoiadoras e patrocinadoras, fotógrafos, e do único locutor profissional voltado a eventos aeronáutico no Brasil, Vadico Aero.

O ASA Brasil contou com a realização por parte da Força Aérea Brasileira, da Esquadrilha da Fumaça e da Associação Esquadrilha da Fumaça.

Praticamente a totalidade do efetivo do EDA junto com o seu Cmte Cel Av Caldas, estavam presente ao evento trabalhando na organização. O evento teve o Apoio do Grupo Alpha Bravo e Remaer, assim como da empresa Hangar 33 e do Aeroclube de São Paulo, que cedeu instalações e equipamentos.


O Objetivo da 1ª Convenção para Agenda de Show Aéreo Brasileira, foi dentre outras, foi de reunir em um só espaço todos os participantes desse tipo de atividade e trazer a eles uma nova visão de organização, apresentação, rentabilidade e de segurança em eventos desse tipo, que devem começar a ser mais profissionalizados a partir de do ano de 2017.

 

As diversas palestras abordadas durante os dois dias de evento, ajudaram para que os presentes pudessem ter um melhor conhecimento de organização de eventos aéreos, nos Estados Unidos, Canadá, Inglaterra e Brasil, mostrando seus públicos alvos e a forma de sua organização.

O inventor do avião sendo um Brasileiro nos capacita a ser o berço da aviação mundial e a emoção que crianças e adultos sentem ao verem um avião fazendo acrobacias e soltando fumaça enquanto desenha suas manobras nos céus, nos faz acreditar que temos um grande potencial econômico nessa área, só que para isso, precisamos nos profissionalizar mais.

Existe a necessidade no Brasil, de que esse tipo de atividade seja mais marcante, tenha um calendário feito com antecedência de 1 ou 2 anos, que haja mais profissionalismo e adesão de todas as autoridades envolvidas, que tenham mais patrocinadores para viabilizar economicamente os eventos e shows aéreos, e que os participantes adotem regras de segurança mais padronizadas em todos os lugares que se apresentem e que as empresas que investem  nessa área tenham a sua contrapartida, que é o retorno da sua marca, produto ou serviço, por apoiarem os Shows Aéreos. Tudo isso junto, ajudará no amadurecimento da atividade de Acrobacia Aérea e Shows Aéreos no Brasil, fazendo com que pilotos e organizações, vivam da renda dessa atividade econômica.

 

Precisa existir a permissão para que as aeronaves possam vir a serem adesivadas com as mensagens dos patrocinadores (seja uma logomarca, um produtos ou um serviço), para que esses pilotos de acrobacia aérea possam ter também um retorno financeiro para sobreviverem do esporte e poderem estar sempre treinamento e trazendo novas manobras para os eventos aéreos que irão se apresentar.

Ciente disso a FAB, através do CECOMSAER – Centro de Comunicação Social da Aeronáutica e do EDA – Esquadrão de Demonstração Aérea, se tornaram parceiros nesse objetivo que é ajudar inicialmente no nascimento de uma organização nos moldes do ICAS (entidade dos EUA), que auxilia, dita as regras e seja um facilitador (junto com a ANAC), para explorar e profissionalizar mais essa área de Shows Aéreos e com isso também inspirar gerações futuras na arte de voar e de ser tornarem acrobatas aéreos.

Um dos objetivos da ASA Brasil, seria a padronização e profissionalização na preparação dos eventos aéreos no Brasil, fazendo com que mais empresas organizadoras se apresentem ao mercado, realizando mais shows. Aumentar a confiabilidade de segurança nas operações aéreas, tanto para quem assiste as demonstrações áreas, assim como para os pilotos envolvidos no evento e também para quem organiza essa atividade. 

Existe a necessidade de aumentar a qualidade dos eventos aeronáuticos, com uma melhor divulgação na imprensa e em todas as outras mídias, aumentando a credibilidade de sucesso em todas as áreas envolvidas.


Melhor otimização dos meios aéreos, melhor planejamento e compatibilidade de agendas e também uma melhor interação em quem organiza os eventos, com quem faz a demonstração (no caso os pilotos acrobáticos e outros), e uma maior e melhor relação com os patrocinadores.

Muitas barreiras terão de ser rompidas e muitos desafios terão de ser superados, mas acredito que o primeiro passo já foi dado.

Sabe-se agora como são realizados os maiores e melhores eventos aéreos no mundo, já se conhece o que é preciso para fazer igual no Brasil, os entraves burocráticos no Brasil precisam ser superados. Existem pessoas e empresas dispostas a investirem nessa área e temos ótimos pilotos acrobáticos, querendo apenas um espaço e incentivo para se apresentarem. O Narrador de Shows Aéreos já é nosso.  

E o público (milhares e milhares de pessoas), só está esperando que comece o espetáculo.

As Palestras e Palestrantes:

No dia 30 Novembro de 2016, aconteceram as seguintes palestras, após o cadastramento e abertura do evento.

- Abertura Geral da Convenção – Ten Cel Av Escobar
- O potencial brasileiro para o Show Aéreo – Cel Av Caldas
- Modelos Estrangeiros de Show Aéreo - Segurança para demonstradores e para o público – Cel Av Lima e Silva.
- Planejamento e Organização de Show Aéreo - Cesar Tuna – ANAC -
- Marketing e captação de recursos - Paula Faria – (Organizadora de Eventos Aéreos).
- Sponsorship em Show Aéreo - Cristiano Carvalho (Expositor)
- A visão do SIPAER a respeito de Show Aéreo no Brasil - Murillo Boery

No segundo dia, 01 Dezembro de 2016, teve as seguintes palestras:


- Palestra sobre a Esquadrilha da Fumaça – Cap Av Capuchinho
- Regulamentação de aeronaves experimentais em Show Aéreo com fins comerciais - Matheus Melo (ANAC)
- Regulamentação de Competência Acrobática - Francis Barros (CBA) / Jorge Rodrigues (ACRO)
- Segurança Operacional em atividade de demonstração de aeromodelos  - Rogério Lorizolla - (COBRA)
- Regras da ANAC para realização de Shows Aéreos - Felipe Pizano – (ANAC)
- Organização de Portões Abertos na FAB - Base Aérea de Anápolis – Cel Esp De Lima
- Agenda Brasileira de Shows Aéreos 2017 – Maj Av Marcelo

Ao final do evento foi preparada uma pré-agenda para os eventos aeronáuticos previstos para acontecer a partir de Janeiro de 2017. Muitas novidades por ae. Aguardem!.


Que venham os Show Aéreos para o ano de 2017, 2018, 2019..............

Para saber mais, acesse: http://www.fumaca.org/asa/ e vá em PROGRAMAÇÃO: 

AeroJota Classificados Aeronáuticos. Condomínios Aeronáutico, Aeronaves, Peças colecionáveis ou usadas de aviões, Helicópteros, Aviões, Eventos Aéreos, Hangares. Você anuncia grátis no site.

 

 

 

 

 

 


Foto Sgto Ribeiro (EDA)

Compartilhe:
Mais Notícias
  1. Copyright ® 2016 AeroJota - Todos os direitos reservados
  2. |
  3. Produtiva WD