Aerojota
aerojotaclassificados Aerojota
(11) 94733-7020 Aerojota
(11) 3771-5737 Aerojota

Acidente com avião na Colombia mata equipe Chapecoense de Futebol e Jornalistas / AeroJota Classificados

Cai avião Avro RJ 85 da LaMia no maior acidente aéreo envolvendo uma equipe de Futebol. 71 Mortos.


Aeronave Avro RJ 85 da empresa aérea LaMia caí quando estava a 38 Km do Aeroporto de Medellín na Colombia.


Um grave acidente ocorrido na madrugada de hoje 29 OUT 2016 - as 01h15 horário de Brasília -, 22h15 horário de Medellín-Colombia, fazendo que esse acidente seja o mais grave ocorrido com uma delegação esportiva no mundo e que estava sendo acompanhada nessa viagem por diversos jornalistas brasilieiros.

O Avião modelo Avro RJ 85 - Jato de médio porte com 4 turbinas - construído pela empresa britanica British Aerospace, tem capacidade para até 85 passageiros, autonomia de 6 horas de voo, e foi fabricado entre os anos de 1978 a 2002, quanto teve sua produção encerrada por motivos comerciais. O modelo acidentado é o primeiro da série RJ 85, que pertence a família Avro RJ 100 e depois BAe 146. Tinha 17 anos de uso.

Esse modelo de avião - Avro RJ 85 - já registra outros 7 acidentes fatais pelo mundo em sua trajetória. 


A empresa aérea LaMia - Línea Aérea Mérida Internacional de Aviación - é uma empresa Venezuelana, que conseguiu autorização para operar como empresa regional na Bolívia (inclusive a matrícula da Aeronave é Boliviana - CP 2933), e possuía em sua frota apens esse avião. 


Inicialmente a equipe Associação Chapecoense de Futebol (da cidade Catarinense de Chapecó), iria em voo fretado com a LaMia, saíndo de Fóz de Iguaçu-PR com destino a Medellín-Colombia, como esse voo não foi autorizado pela ANAC - Agencia Nacional de Aviação Civil - por questões legais do CBAer Código Brasileiro de Aeronáutica - e acordos internacionais, que mencionam que o voo fretado só poderia ser feito por empresas Brasileiras ou Colombiana; em fase desse impasse a equipe Chapecoense se deslocou até o Aeroporto Internacional de Guarulhos-SP, saindo em voo comercial da empresa aérea BoA - Boliviana de Aviación - até a cidade de Santa Cruz de la Síerra-Bolívia, onde fez escala e embarcaram na aeronave Avro RJ 85 no voo fretado 2933 da LaMia, na noite de segunda feira com destino ao Aeroporto Internacional José Maria Córdova na cidade de Rio Negro, próximo a Medellín-Colombia (que como na cidade de São Paulo, não possuí aeroporto na cidade e sim nas imediações), fazendo o último trejo da viagem entre a Bolívia e a Colômbia.

Com 77 pessoas a bordo, sendo 21 profissionais da imprensa especializada - cinegrafistas, repórteres e jornalistas -, e outros 45 membros da comissão técnica, parte da diretoria e a maior parte do elenco do time de futebol Chapecoense - mais outros 2 passageiros convidados e 9 tripulantes - sendo um Piloto, dois Co-Piloto, um mecânico de bordo + 5 comissárias(os) -, sendo que desse total de pessoas, apenas 6 sobreviveram e 4 estão em estado muito grave em hospitais da região.

O voo de Santa Cruz de lá Sierra-Bolívia-Bolívia até as proximidades do Aeroporto de Medellín-Colombia transcorreu normalmente, apesar de na região estar chovendo muito, a visibilidade não era das melhores, mas segundo autoridades locais, isso não foi o fato que levou ao acidente, porque outros voos pousaram normalmente e o aeroporto estava aberto para pouso e decolagens.

A aeronave estava em procedimentos de descida e aproximação do aeroporto, quando por volta das 22h00 - horário local - 01h00 horário de Brasília - fez uma chamada de rádio "declarando emergência elétrica grave a bordo". Depois disso as informações colhidas até agora são desencontradas.

Nas internet e redes sociais, cresce a informação que esse modelo de avião não teria autonomia de voo pela distância entre o Aeroporto de Santa Cruz de la Sierra-Bolívia e a cidade de Medellín na Colombia, reforçando a hipotese de pane seca em pleno voo e a falta de residuos de combustível no lugar da queda da aeronave. Haveria a necessidade de um reabastecimento em algum lugar no meio do caminho. Mas precisamos aguardar mais informações por parte das autoridades que investigarão o acidente. 

O site "Flightradar 24 horas", informou em sua conta do Twitter que o último sinal do voo fretado 2933 foi resgistrado com a aeronave em 15.500 pés de altura.

Logo após o sumiço da aeronave dos radares Colombianos, iniciou-se os procedimentos de buscas e salvamento tendo como base o ultimo posicionamento da aeronave no radar, local muito mantanhoso e de difícil acesso. Os primeiros helicópteros da Força Aérea Colombiana acionados para levar as equipes de resgate até o local, tiveram que voltar por causa da baixa visibilidade e chuva forte no local. Somente as equipes que foram por terra, utilizando veículos 4x4 conseguiram chegar ao local do acidente e horas mais tarde outras equipes conseguiram chegar para auxiliar os trabalhos de busca e salvamento, onde 7 pessoas foram resgatadas com vidas, sendo que uma delas veio a falecer a caminho do hospital.

A notícia chocou o mundo e principalmente atletas, onde diversos jogadores e times de futebol manifestaram sua dor e pesar aos famíliares pelo ocorrido. Personalidades do mundo artistico, autoridades mundiais se juntaram ao grupo, inclusive o Papa Francisco, consternados pela tragédia que abalou centenas de famílias das pessoas que estavam a bordo dessa aeronave.

O Governo Brasileiro, já disponibilizou, três aviões da Força Aérea Brasileira C-130 Hérculos que poderão buscar os corpos do brasileiros vitimados nesse acidente na Colombia e mais duas aereonaves de transporte de passageiros para levar familiares até a local. Também foram oferecidos logo nos primeiros momentos da tragédia apoio (se fosse necessário), das equipes de profissionais especializados em resgate, do Esquadrão Aeroterrestre de Salvamento (PARA-SAR), assim como pessoal do CENIPA - Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos da Força Aérea Brasileira.

Nome das vitimas do Acidentes com o avião Avro RJ 85 da empresa Boliviana LaMia:

Profissionais da Imprensa:

Guilherme Marques, da Globo: repórter da TV Globo desde 2013

Ari Ferreira de Araújo Júnior, o Ari Júnior, da Globo: cinegrafista de 48 anos
Guilherme Van der Laars, da Globo: produtor
Giovane Klein Victória, da RBS: 28 anos, repórter da RBS TV, afiliada da TV Globo, de Florianópolis
Bruno Mauri da Silva, da RBS: 25 anos, técnico da RBS, afiliada da TV Globo, de Florianópolis
Djalma Araújo Neto, da RBS: 35 anos, cinegrafista da RBS TV, afiliada da TV Globo, de Florianópolis
André Podiacki: 26 anos, repórter do jornal "Diário Catarinense", setorista da Chapecoense
Laion Espíndola, do Globo Esporte: 29 anos, repórter do Globo Esporte.com
Victorino Chermont, da Fox: 43 anos, repórter dos canais Fox Sports
Rodrigo Santana Gonçalves, da Fox: 35 anos, repórter cinematográfico dos canais Fox Sports
Devair Paschoalon, o Deva Pascovicci, da Fox: 51 anos, narrador dos canais Fox Sports
Lilacio Pereira Jr., da Fox: 48 anos, coordenador de transmissões
externas dos canais Fox Sports

Paulo Julio Clement, da Fox: 51 anos, jornalista ds canais Fox Sports
Mário Sérgio, da Fox: 66 anos, ex-jogador e ex-técnico de futebol, atualmente era comentarista nos canais Fox Sports.
Renan Agnolin: 27 anos, repórter da rádio Oeste Capital, de Chapecó
Fernando Schardong: narrador da rádio Chapecó
Edson Ebeliny: repórter setorista da Chapecoense pela Super Condá
Gelson Galiotto: narrador da rádio Super Condá, de Chapecó
Douglas Dorneles: repórter esportivo da Rádio Chapecó
Jacir Biavatti: comentarista esportivo da RIC TV; viajou para fazer cobertura a cobertura pela rádio Vang FM
Rafael Henzel: jornalista da rádio Oeste Capital, de Chapecó, foi resgatado com vida e levado ao Hospital de La Ceja. De acordo com o Bom Dia Brasil, ele teve lesões vertebrais mas sua condição é estável.

 

Jogadores da Associação Chapecoense de Futebol:

Ananias Eloi Castro Monteiro, o Ananias (meia)
Arthur Brasialiano Maia (meia)
Bruno Rangel Domingues (atacante)
Aílton Cesar Junior Alves da Silva, O “Canela” (atacante)
Cleber Santana Loureiro (meia)
Marcos Danilo Padilha (goleiro)
Dener Assunção Braz (lateral)
Filipe José Machado (zagueiro)
José Paiva, o Gil (volante)
Guilherme Gimenez de Souza, o Gimenez (lateral e volante)
Everton Kempes dos Santos Gonçalves (atacante)
Lucas Gomes da Silva (atacante):
Matheus Bitencourt da Silva, o Matheus Biteco (volante)
Sérgio Manoel Barbosa Santos (volante)
William Thiego de Jesus, o Thiego (zagueiro)
Tiago da Rocha Vieira Alves, o Tiaguinho (atacante)
Josimar Rosado da Silva Tavares (volante)
Marcelo Augusto Mathias da Silva (zagueiro)
Mateus Lucena dos Santos (lateral direito)

Hélio Hermito Zampier Neto, o Neto (zagueiro): foi resgatado com vida e levado ao hospital. Segundo o programa Globo Esporte, o jogador estava consciente, mas com muitos ferimentos, principalmente no rosto. O Bom Dia Brasil informou que o estado do jogador é grave devido a um trauma cranio-encefálico


Jakson Ragnar Follmann (goleiro): foi resgatado com vida e levado ao hospital San Vicente Fundación. De acordo com o Bom Dia Brasil, o goleiro reserva teve uma perna amputada

Alan Luciano Ruschel (lateral): primeiro a ser resgatado, o atleta foi levado para o Hospital de La Ceral; de acordo com o Bom Dia Brasil, o jogador chegou em estado de choque e perguntando pela família. Ruschel teve múltiplas fraturas nos braços e nas pernas e também uma lesão na coluna (região lombar). Trabalha-se com a possibilidade de que a medula tenha sido atingida. Ele passou por cirurgia

Dirigentes da Chapecoense:

Sandro Luiz Pallaoro: presidente da Chapecoense

Mauro Luiz Stumpf: vice-presidente de futebol
Emersson Fabio Di Domenico, o Chinho di Domenico: supervisor
Nilson Folle Junior: membro da diretoria
Decio Sebastião Burtet Filho: membro da diretoria
Jandir Bordignon: membro da diretoria
Mauro Dal Bello: membro da diretoria
Edir Félix De Marco: membro da diretoria
Ricardo Philippi Porto: membro da diretoria



Convidados da Chapecoense:

Delfim Pádua Peixoto Filho: presidente da Federação Catarinense de Futebol (FCF) há 27 anos, ele tinha 72 anos e nascera em Itajaí. Foi deputado estadual entre 1971 e 1983 pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB). Comandava a FCF desde 1985 e é um dos vice-presidentes da Federação Brasileira de Futebol (CBF). 
Daví Barela Dávi: empresário, viajava como convidado da direção do clube


Tripulação do voo LaMia 2933

Miguel Quiroga:
 piloto
Ovar Goytia: piloto
Sisy Arias: copiloto
Romel Vacaflores: assistente de voo
Alex Quispe: auxiliar de voo
Gustavo Encina: representante da companhia aérea Lamia
Angel Lugo: técnico da aeronave
Ximena Suarez: auxiliar de voo foi resgatada com vida e levada ao hospital.
Erwin Tumiri: técnico da aeronave, foi resgatado com vida e levado ao hospital.

AeroJota Classificados Aeronáuticos. Condomínios Aeronáutico, Aeronaves, Peças colecionáveis ou usadas de aviões, Helicópteros, Aviões, Eventos Aéreos, Hangares. Você anuncia grátis no site.

Compartilhe:
Mais Notícias
  1. Copyright ® 2016 AeroJota - Todos os direitos reservados
  2. |
  3. Produtiva WD